sexta-feira, 10 de junho de 2011

INSPIRAÇÃO/ RELEITURA NAS ERAS VITORIANA E EDUARDIANA - LOOKS PARA O PICNIC VITORIANO parte 1





     Estando próximas as datas dos eventos reconstrucionistas históricos nacionais, nada mais interessante do que exemplos, sugestões, possibilidades e tutoriais de como montar um visual masculino para tais eventos, porém com uma observação: visuais de releitura com o toque moderno de um kilt (!)
 
   O modelo de elegância é sir John Brown, amante favorito mordomo de Sua Majestade Victoria I. Há algumas imagens dele, sou fanático pelo quadro acima. 

      Um visual escocês como o deste quadro fica diferente e atual. Consistem em um casaco preto reto sem as golas e o corte de um paletó, uma camisa branca por baixo que como está por baixo do casaco fechado pode ser de manga curta. Use uma boina preta lisa e meias 3/4 futebol (procure a marca Cruz de Malta), sapatos oxford pretose alguma pequena bolsa para servir de sporran.
  

      Por Era Vitoriana compreende-se o período de 1837 - 1901 e por Era Eduardiana o recorte de 1901-1910 mas também tem-se creditado o período de 1901 até o naufrágio do Titanic (1912) e até mesmo o início (1914) e o término (1918) da Primeira Guerra Mundial, o ideal é pensarmos que até 1920 temos um período bem mais distinto e conservador do que os anos seguintes. 

       Algumas referências da indumentária do século XIX:






    De um modo geral, você deve usar um kilt mas mantendo todo ese garbo dândi, isto consistiria em acrescentar kilts longos imitando as calças ou a padronagem escocesa. Sendo assim, separei alguns looks cujas rubricas foram extraídas de nossas postagens sobre adaptação/ limpeza de looks de desfile que estão na cor bordô, enquanto em itálico estão considerações sobre como usar/ montar o visual neovitoriano. O que estiver sem nada escrito em bordô é porque o post não saiu ainda (olha como sou bonzinho... hehe)





   O defunto era maior? É que achei que as peças estão largas demais. É preciso tomar cuidado com paletós e casacos com ombreiras, dependendo da parte que estiver larga, a pessoa pode parecer gorda, se for ombreiras excessivas, fica parecendo que foi forçado o aumento dos ombros... [...] O echarpe poderia ser mais grosso e se usado como uma cravat (aquela gravata antiga) você compõe uma senhora releitura do século XIX, apenas indico descer a cintura do kilt para que o echarpe/ cravat tenha liberdade para ser usado longo. As calças são dispensáveis, você não precisa delas. Use coturnos pois favorecem a proposta obscura, principalmente se a saia não chegar a cobrir os tornozelos que neste look ficaria estranho mostrar.


Proceda da seguinte forma: use um cachecol amarrado como um cravat, uma camisa branca, este paletó (com as devidas correções expostas acima) e o kilt mais longo, esta estampa é perfeita. Não precisa ser kilt (pregueado atrás e liso na frente), pode ser em forma de saia, mas se for adotar a estampa xadrez prefira kilt, esta regra serve para tudo. Quando investir em cartolas, invista num kilt longo.


A propósito, como tocamos em Yohji Yamamoto, recomendo que procurem no novíssimo (mas ainda em construção) sistema de marcadores a categoria YOHJI YAMAMOTO pois o estilista possui looks facilmente adaptáveis ao Vitoriano.



Look perfeito de YAMAMOTO. Uma das possibilidades é usar um pulôver com cola em  V e usar gravata. Voxcê pode substituir o pulôver por colete  e usar também usar uma gravata moderna na cor preta e lisa. Cartola é bem-vinda.






YAMAMOTO. Substitua o colete da foto por um colete liso ou plenamente estampado, um corset masculino ficaria gracioso. Use cravat ou gravata e um paletó, pode usar com boina ou cartola.





Este look é a cara do Picnic Vitoriano de Curitiba, lembra o Império, época em que surgiram o cravat (os lenços no pescoço) e os dândis.  As calças eram bem justas e iam até alguns dedo abaixo do joelho assim como no Rococó, mas tudo sem o exagero do período anterior. Os tons leves da roupa combinam perfeitamente com um picnic mesmo porque os trajes campestres ingleses foram adotados até por franceses durante o Império.

A camisa por fora da calça é bem-vinda, mas ela não deve ser muito longa. Você pode manter esta estampa vermelha ou investir em algo liso no mesmo tom cru  ou padronagem do paletó e do kilt. Os sapatos estão numas cor interessante, combinam com o tom caramelo das vestes, mas o cano precisaria ser curto para que a meia tivesse mais destaque. A propósito, o uso de caneleiras deixou mais rígido o look, é algo muito interessante para quando as meias não são tão grossas assim. 

RAG &BONE. A tutorial aqui: usar meia-calça branca no fio mais grosso que existir, lembre-se que meia-calça feminina pode ser usada no tamanho extra-grande para homens. Use um lenço ou cachecol amarrado exatamente como a Rag & Bone propôs. O terno (kilt e paletó) deve ser desta modelagem da foto, é preferível manter tudo assim adaptando as cores, mas se puder fazer igual está na foto seria o ideal... A única adaptação muito necessária e explicada acima é o cano do sapato.
   




Não, o rapaz da foto não é meu filho e nem eu, apesar que eu já sou usuário deste visual, um look perfeito, mais um que entra para a lista de profissão do século XXI porque se nossa sociedade permitisse poderíamos usar tal look. Eu não usaria uma estampa tão grande como esta porque aumenta o corpo.

Look da KENZO. Prefira um colete com gola em V (aqui o V está meio arredondado), o mesmo para o cardigã. Troque a estampa por xadrez escocês ou use liso na cor preta.Cartola não combina.

      

Look do espanhol MIGUEL REYES. Use uma gravata sem estampa na cor preta ou no mesmo tom de cinza da saia. Use cartola. Mande fazer uma saia envelope meio evasê nesta padronagem clara de risca-de-giz (confie, é melhor que o risca-de-giz convencional) Você também pode usar uma longa saia ampla como as duas saias negras do Yamamoto. Aposte neste fraque em outra composição vitoriana que você tenha em mente.


TO BE CONTINUED...


  Rommel Werneck

3 comentários:

Moda de Subculturas disse...

VocÊ deu dicas preciosíssimas aqui, se o povo não aproveitou, só lamento...
Tomara que nos próximos eventos tomem esse post como referência.

Diego Orsini disse...

Sou Produtor de Moda e quero lhe dar os parabéns pelo blog, foi muito útil para mim.
Muita sorte e sucesso.
www.diegoorsini.com.br

Febo Vitoriano disse...

Fico muito agradecido, espero poder ter auxiliado. Visitarei seu site