domingo, 12 de junho de 2011

COMO ADAPTAR/ LIMPAR UM VISUAL DE DESFILE DE MODA? J. J. Valaya



Enquanto isso, em Bollywood...
Desfile (2010) do estilista indiano J.J. Valaya em Délhi.


Veja mais aqui e em vários outros sites estrangeiros.
Não encontrei nenhum site que tivesse todas as roupas, tanto masculinas como femininas,
uma pena porque são lindas.





A coleção mostrou-se bem próxima ao padrão indiano de moda, foram propostas sim inovações, mas algo talvez esperado pelo povo indiano. Longas saias indianas e acessórios convencionais, o uso de saias por homens foi, com certeza, um resgate cultural, mas talvez isto entre na categoria usável lá.


 


 A observação relevantíssima é que se não for p'ra você usar sem camisa (mostrando os músculos torácicos), talvez boa parte da virilidade se perca. O que existem são possibilidades, você pode usar uma bata indiana para acompanhar a linhado look e justificar o uso da saia, opte por mangas curtas e invista nos acessórios por cima da bata, pode ser que aqui será preferível "indianizar" o visual. A utilização de um casaco longo pode ajudar (como veremos no look seguinte). 

Não sei se colocar um echarpe por cima imitando um sári ajuda, talvez piore e pareça feminino. Enfim, existem situações que temos que testar (não na frente de todos) mas em frente ao espelho modificando isto ou aquilo aos poucos. Outra dica é que convém não usar maquiagem aparente e investir em barba para "virilizar" o look que ficar muito feminino.

Uma outra alternativa é diminuir as estampas da saia, atenuar tudo, pode manter a estampa só na barra e deixar o resto liso, perde-se um pouco a essência folk, mas é algo mais fácil de se pensar.





O look mais belo. Usável numa festa de gala na Índia, mas esta sobreposições de dourados parece até vestimenta litúrgica católica como as casulas dos padres. Ao contrário de muitos looks em que proponho remover as inúmeras cores, a saída aqui talvez seja colorir, a túnica/ kimono pode ser branca e o casaco  pode ser preto ou bordô e com tudo com bem menos brilho, mantenha os bordados. O casaco poderia ter a opção de fechar, no look não parece ser possível fechar o casaco, apesar de ficar lindo usando aberto, fechado fica também gracioso.

Outra possibilidade é trocar o dourado por prata dando um efeito metalizado, os bordados passariam a ser pretos e o casaco seria fechado ou aberto (tanto faz), os cabelos seriam jogados pra trás como no look de Gareth Pugh formando também um look geek.







Este look merece calçados ou botas, as sandálias fogem da proposta social. Use o echarpe em forma de cravat e prefira a abertura do sobretudo em todo o look ou na parte de cima. Remover boa parte dos bordados/ brocados ajuda a ficar discreto, recomendo aumentar a cor da risca-de-giz muito discreta. O brilho do forro do casaco é desnecessário. 

O que vestir por baixo do sobretudo? Pode ser uma camisa bordô (o modelo já está usando) e uma calça preta ou mesmo branca. Se quiser usar kilt, opte por algo longo em tom creme ou bordô. Os óculos escuros ficaram estranhos, use-os se o sobretudo por preto seguindo a linha meio matrix citada anterior.



Momento Carmen! Parece até figurino (Toreador, en garde...) Justamente por isto, use sapatos pretos. O veludo molhado da calça é dispensável. Se for trocar a cor vermelha, troque por preto ou verde, azul marinho com bordado é coisa de Academia de Letras e já temos muitos magos tentando se vestir de escritor, então...

Usar todo o traje na cor branca com bordado prateado, azul ou dorado é uma excelente opção para se casar. Mas caso queira usar um kilt, use um longo e toda a combinação na cor preta e similares neutras, mantenha o bordado brilhante se o evento for à noite...


E você? O que adaptaria/ limparia?


Rommel Werneck

Um comentário:

Moda de Subculturas disse...

Coleção linda! Isso que é "moda nacional" no caso Indiana e com bastante identidade.